Roma Brasil.com

Jogos inesquecíveis: Com golaço de Totti, Roma surpreendia Inter em 2005

Em crise desde o final da temporada 2004/05, quando terminou em uma modesta nona colocação, a Roma aparecia como azarona para o duelo contra a Inter de Milão, no dia 26 de outubro de 2005, em pleno Giuseppe Meazza. O que ninguém esperava, no entanto, era que Francesco Totti teria uma noite de gala e comandaria a equipe da capital a uma vitória que complicava o clube nerazzurro na briga pelo título com a Juventus.

O jogo

Desde o início, a partida dava indícios de que não seria do jeito que os torcedores interistas imaginavam. Logos aos 12 minutos, Montella aproveitou cruzamento da esquerda e bateu firme para vencer Júlio César e abrir o placar.

Mas foi aos 30 minutos da primeira etapa que o Giuseppe Meazza se calou e Totti fez algo que ficaria marcado por toda sua carreira. Depois de roubar a bola no meio campo, “Il Capitano” passa por dois marcadores, avançam em direção aos zagueiros e, de fora da área, dá um incrível toque que encobre o brasileiro Júlio César. Até hoje, esse gol é considerado o mais bonito da carreira do camisa 10 da Roma, que ainda marcaria mais um, aos 2 do segundo tempo, em cobrança de pênalti sofrida por Montella.

Irreconhecível no primeiro tempo, a Inter de Milão foi reagir apenas quando Adriano, que havia ficado no banco de reservas no ombro direito, entrou no lugar de Zé Maria. Aos 22 minutos, o “Imperador” cobra falta, com categoria, no ângulo de Doni, que fica estático apenas olhando a bola morrendo no fundo das redes.

A partida ficaria emocionante 10 minutos mais tarde. Após cruzamento da esquerda, Doni pula mais alto que todo mundo e fica com a bola. Na queda, no entanto, o goleiro a deixa escapar e Adriano fica livre para empurrar para o gol. Os jogadores da Roma reclamaram muito de uma possível falta no arqueiro brasileiro, mas o árbitro Roberto Rosetti nada marcou.

Com um estilo de jogo extremamente defensivo depois dos dois gols sofridos, a Roma tentava segurar a Inter e evitar o empate. As coisas ficaram mais fáceis nos acréscimos, quando Verón faz faltam em Totti e começa a trocar insultos com o capitão romanista. Quando o argentino acerta o rosto do italiano, que desaba, o árbitro decide expulsar os jogadores.

O lance passou despercebido por boa parte da torcida romanista presente no Giuseppe Meazza, que celebrava a inesperada vitória e vibrou de alegria quando Rossetti deu o apito final.

Confira os melhores momentos de Inter de Milão 2 x 3 Roma:

Foto Getty Images
Fonte FoxSports BR