Roma Brasil.com

Roma perde três pontos na luta pela Liga dos Campeões

A Roma voltou a lamentar algumas decisões controversas da arbitragem, ao ser derrotada por 2 a 1 pelo AC Milan na noite deste domingo (28). 

Em um jogo em que o sistema VAR em campo checou o pênalti que deu ao AC Milan uma vantagem no primeiro tempo, o mesmo sistema claramente não foi empregado, já que a Roma tinha fortes reivindicações de um penal final ignorado pelo árbitro Marco Guida. A decisão do pênalti, com Theo Hernandez derrubando Henrikh Mkhitaryan enquanto ele se preparava para chutar de perto, teria dado ao Giallorossi a chance do empate em 2-2.

Ainda assim, o Milan escolheu a pior partida para renascer das cinzas no campeonato, levando três pontos preciosos no Olímpico. A Roma pagou pelos muitos erros individuais e, acima de tudo, uma primeira parte absolutamente moderada e não adequada à importância do duelo. Podendo ter sido o terceiro lugar se colocando atrás da Juve, ao invés disso, a Roma cai para o quinto, ultrapassado pela Atalanta e com mais um nocaute contra um grande.

Foi uma exibição bastante irregular da equipe de Paulo Fonseca, que teve sorte de não perder um ou dois gols antes mesmo de Franck Kessie colocar o Milan na frente, a 12 metros de distância. Mas Jordan Veretout marcou 10 gols no campeonato nesta temporada, com uma finalização brilhante logo no segundo tempo, um chute que pareceu dar à sua equipe coragem e convicção renovadas, até Rebic ter restaurado em breve a liderança dos visitantes com uma jogada individual brilhante.

A Roma não tem muito tempo para pensar na derrota - vai enfrentar a Fiorentina na noite de quarta-feira.

ROMA (3-4-2-1): Pau Lopez; Mancini, Cristante, Fazio (Peres); Karsdorp, Veretout (Diawara), Villar (El Shaarawy), Spinazzola; Mkhitaryan, Pellegrini; Mayoral (Pedro) ‘

MILAN (4-2-3-1): Donnarumma; Calabria, Kjaer, Tomori, Theo Hernandez; Kessie, Tonali (Meite); Saelemekers (Castillejo), Calhanoglu (Diaz), Rebic (Krunic); Ibrahimovic (Leao)