Roma Brasil.com

De Xhaka ao sonho de Sabitzer: aqui estão todos os nomes do meio-campo

Durante a sua carreira, José Mourinho muitas vezes baseou as suas vitórias na força do meio-campo. Por isso, sua próxima Roma poderá ter um restyling em campo para reforçar um elenco que contará nessa área com nomes como os de Pellegrini, Veretout, Cristante e Villar que, a menos que ofertas sensacionais cheguem, não deixem a capital próxima temporada. Os perfis do caderno de Tiago Pinto são muitos e incluem tanto oportunidades de mercado como sugestões mais ou menos viáveis. Vamos fazer um balanço dos nomes e das situações associadas aos ciganos.

Roma, Xhaka é o primeiro reforço no meio-campo. Cuidado com Maggiore

A primeira entrada no meio-campo, a menos que haja uma reviravolta sensacional, será Granit Xhaka do Arsenal. O suíço já manifestou a sua vontade de jogar pelo Mourinho na próxima temporada e Tiago Pinto está a trabalhar para polir os últimos detalhes para o trazer à capital. O atleta de 1992 foi um pedido explícito do "Especial One" que o escolheu pela sua flexibilidade para jogar no meio-campo 2 e 3 e pelo temperamento e personalidade que desde o tempo do Borussia M'Glabach provou ter. A negociação seria concluída na base de 25 milhões e um importante salário para o jogador. Mas isso não é tudo. Na verdade, outro nome que seria útil para a Roma poderia ser o de Giulio Maggiore do Spezia, que após a primeira temporada na Série A a ser enquadrada, com 3 gols, poderia dar o grande salto. A avaliação feita pela equipe da Ligúria ronda os 10 milhões de euros. Para os Giallorossi, Maggiore pode ser um investimento com vistas ao presente e ao futuro, na esteira de operações passadas como Cristante e Pellegrini.

O grande sonho do mercado de transferências no meio-campo da Roma by Mou é Marcel Sabitzer, do Leipzig. O meia da seleção austríaca é um dos nomes mais respeitados pelo treinador português, que tinha pressionado pela sua chegada à Premier League na época do Tottenham. O nascido de 1994 também tem aquela experiência europeia que a Roma do Fonseca muitas vezes faltou este ano: 52 gols e 42 assistências em 220 jogos com a camisa "Tori Rossi" fazem de Sabitzer um jogador completo em todos os aspectos. Para isso, a avaliação de mercado é elevada e ronda os 40-50 milhões de euros. Demasiados para os cofres da Roma, que no entanto pode ter esperança de bloquear o negócio inserindo o cartão de Justine Kluivert. Qualidades diferentes, mas flashes da mesma classe levam ao nome de Renato Sanches, novo campeão francês com o Lille. Depois de uma primeira parte de sua carreira, para dizer o mínimo conturbada, o jogador de 1996, que também é conterrânea do "Special One", voltou a se expressar em grandes níveis sob a orientação de Galtier que o fez muitas vezes cobrir o papel de diretor no meio-campo dos franceses. Pertencente ao procurador de Jorge Mendes, o português está avaliado em 30 milhões de euros. Negociações difíceis de entrar, até porque a competição dos grandes clubes é intensa. Um dos sobrenomes mais populares no caderno de Tiago Pinto é o que está ligado a Teun Koopmeiners do AZ Alkmaar. Considerado um país predestinado, o holandês, cujo contrato expira em junho de 2023, deu vida a uma temporada emocionante no plano pessoal: 31 jogos, 15 gols e 5 assistências. Os grandes da Europa pensam no classe de 1998 acima de tudo porque ele parece ter todas as qualidades de um meio-campista moderno: fisicalidade, raça, classe, chutes e uma veia de alto desempenho. A avaliação gira em torno de 18 milhões. Mas fique atento à forte competição sobre o forte jogador da Atalanta para participar da próxima Liga dos Campeões.