Roma Brasil.com

Di Francesco: Temos de voltar a ser o time que vimos na Liga dos Campeões

O treinador da Roma, Eusebio Di Francesco, espera que ele e os seus jogadores usem o intervalo de inverno em curso para redescobrir o foco e a forma, já que o Giallorossi se dirige para a segunda metade da campanha. O time de Di Francesco terminou a primeira metade da temporada com uma derrota decepcionante de quatro jogos sem vitória - de longe a pior série da temporada até agora.

E o treinador reconhece que o intervalo é uma chance para todos serem redefinidos e reorientados. "Nós queríamos alcançar o intervalo com uma série diferente de resultados", disse Di Francesco. "Infelizmente, não funcionou assim, mas esta semana nos dá a oportunidade de nos refrescar não apenas fisicamente, mas também mentalmente, e redescobrir o foco e a confiança que perdemos nas últimas semanas".

Ele acrescentou: "Foram 20 dias decepcionantes, mas não quero esquecer as coisas boas que fizemos antes disso. Devemos retornar a como estávamos no mês anterior. "

Di Francesco acrescentou que ele sabe que a responsabilidade é sobre ele para dar o tom, uma vez que os jogadores retornam ao treinamento após o intervalo. "Acima de tudo, espero motivação e entusiasmo para ir e redescobrir o caminho certo, em que estávamos", observou.

"Mas aquilo que precisa ser desencadeado antes de mim é eu, tentando entrar na cabeça dos jogadores e deixando claro que não podemos ser o time que jogou na primeira metade assim contra o Atalanta, mas o time que terminou primeiro no nosso grupo da Liga dos Campeões e deu - e continuará a dar - enormes problemas para todos os times atualmente à nossa frente ".

O chefe também foi questionado sobre a situação atual em torno de Radja Nainggolan, depois que o meio-campo foi deixado de fora para o jogo contra Atalanta por motivos disciplinares. "Nainggolan foi o primeiro a se desculpar", ele observou. "Ele se sentou nas arquibancadas ao lado de nossos diretores [para o jogo contra Atalanta]. Foi uma decisão ética e moral para nós, depois do que aconteceu.

"Mas ele sempre foi parte do grupo, ele simplesmente não estava na equipe para esse jogo. Ele sempre treinou com o esquadrão e ele vai começar contra a Inter ".