Roma Brasil.com

Di Francesco: "Roma não conseguiu jogar"

Eusebio Di Francesco explicou suas decisões táticas como a Roma empatou com a Lazio e por que eles jogam melhor na Liga dos Campeões do que a Serie A.

"Foi um jogo difícil, já que no início não estávamos passando de forma limpa, mas eu mudei Radja Nainggolan para trás dos atacantes e nos saímos muito melhor", disse o técnico à Mediaset Premium, depois do 0-0 Derby della Capitale.

"Foi um jogo disputado, a Lazio foi muito determinada, mas mais uma vez batemos na trave duas vezes e às vezes esses centímetros podem fazer a diferença.

“Eu também mudei o sistema, tentando espalhar o jogo e não o fizemos também, especialmente contra um time que foi reduzido a 10 homens. Quando colocamos cruzamentos, criamos situações perigosas e deveríamos ter feito isso com mais regularidade ”.

Kostas Manolas marcou o gol decisivo na vitória de 3 a 0 sobre o Barcelona, ​​na terça-feira, mas saiu mancando no segundo tempo.

“Ele teve uma batida e sentiu câimbra. Eu tenho que dizer que ele jogou, como fez Florenzi, apesar de ter gripe. Eu pensei que a Lazio teve um bom desempenho em termos de foco.

“Eu realmente gostei da atitude mostrada por Stephan El Shaarawy ao sair do banco. Eu tentei dar uma sensação de consistência ao desempenho contra o Barcelona, ​​mas se houvesse uma chance para romper esse impasse, seria um jogo muito mais divertido.

“O problema com os nossos atacantes foi que Patrik Schick e Edin Dzeko estavam um pouco estáticos. Eles deveriam ter mudado mais a bola e oferecido diferentes opções, o que fizeram contra o Barcelona.

“A dinâmica do jogo muda na Série A em comparação com a Liga dos Campeões, já que um time como o Barcelona quer jogar com a bola e nos permite, portanto, jogar nosso próprio jogo também. Nós tendemos a lutar contra os times que tentam se defender e jogar a bola longa.

“No entanto, eu disse aos meus rapazes que o nosso processo de crescimento significa tratar todos os jogos como se fosse o Barcelona. Precisamos manter nossa identidade e hoje adaptamos um pouco demais para a Lazio. ”