Roma Brasil.com

Santon: 'Entendo o ceticismo dos romanos'

Davide Santon, lateral da Roma, admite que os fãs estão “certos em ser um pouco céticos” sobre ele, mas quer “fazê-los reconsiderar”. O defensor chegou como parte do acordo que levou Radja Nainggolan à Inter, e não recebeu as recepções mais calorosas. O belga era um dos favoritos dos fãs, enquanto o homem vindo para o outro lado não conseguiu mais de 20 aparições em uma temporada desde 2013-14.

"O campo dá as respostas finais", Santon disse à Sky. “Cheguei há três meses e fui recebido com ceticismo, sempre conversamos sobre futebol aqui em Roma e não pude evitar o que foi dito sobre minha chegada ou a venda de Nainggolan.

“Para mim, a Roma representou a oportunidade de um renascimento, eu sabia que tinha que retribuir a confiança que Roma me deu e fazer os fãs reconsiderarem.

“Na minha opinião, eles estão certos em ser um pouco céticos, estou saindo de uma temporada ruim. Mas eu quero voltar a jogar e eu comecei com todo mundo imediatamente. Eu sempre dou 100% em treinamento.

“Estas vitórias recentes foram importantes, assim como minhas performances, mas precisamos buscar melhorar e ganhar algo. Monchi [o diretor esportivo] já me contatou quando estava no Sevilla, tinha fé em mim e tenho que agradecê-lo. Se estou aqui, é por causa dele e estou feliz, espero ficar aqui por muito tempo”.

Quando Santon apareceu pela primeira vez na Inter, ele foi visto como um dos laterais mais promissores da Itália, mas alguns sugeriram que sua confiança foi quebrada depois que ele foi publicamente criticado pelo então técnico José Mourinho.

“Ele me deu minha estreia e sempre agradeço por isso. É o mesmo para Monchi [treinador Roma Eusébio] Di Francesco, todos os meus companheiros de equipe e o clube. ”