Roma Brasil.com

De Rossi pede união da torcida com o time

Daniele De Rossi pediu aos fãs da Roma e Aleksandar Kolarov que reparem sua "pequena fratura", assegurando que "eu seria o homem mais feliz do mundo". O retorno da Roma à Liga dos Campeões foi prejudicado pela confusão entre seus torcedores e Kolarov , mas De Rossi pediu que o Giallorossi se unisse antes da partida de terça-feira, contra o Porto.

"Se eles conseguissem consertar isso, eu seria o homem mais feliz do mundo", disse o meia em entrevista coletiva. “Isso porque estou no meio dos fãs da Roma, que eu amo e sempre me protegeu, e Kolarov, que é como um irmão para mim. Os fãs devem confiar em mim sobre isso. Eu não estou dizendo que ele é um torcedor da Roma desde o nascimento, mas ele é um dos melhores profissionais que eu conheço.

“Ele não é um daqueles que beija a camisa e depois recua ao primeiro sinal de dificuldade. Os fãs devem ser respeitados, mas se essa fratura for reparada, eu ficaria mais do que feliz.

“A semifinal do ano passado é um valor agregado e nos permite nos preparar melhor para o jogo. O Porto está habituado a jogar nestes tipos de jogos, mas para nós foi uma boa experiência.

“Também temos o luxo de poder dizer que tivemos azar e poderíamos ter feito melhor, mas isso foi na última temporada e temos que pensar no jogo de amanhã.

“Como eu vi a Roma? Fizemos uma série ruim de resultados que não refletiam nossas performances. Acho que tivemos alguns jogos muito bons, como o Real Madrid e o Inter, mas você pode ver que quando sofremos um gol, não conseguimos nos recuperar.

“No entanto, nossos desempenhos foram bastante positivos, à parte a Fiorentina. Meus colegas de equipe me fizeram sentir importante como nunca antes. Eu quero continuar? Sim, isso depende apenas de como eu irei seguir em frente.

Di Francesco? Ele tem um estilo de jogo em mente e não vai mudar isso. Ele sabe o que acontece no campo e reconhece nossos problemas. Ele nunca perdeu a compostura, mesmo em uma cidade onde nunca é fácil mantê-lo ”.