Roma Brasil.com

Corriere dello Sport ataca Pallotta

O Corriere dello Sport apontou para o presidente da Roma, James Pallotta, por chamar o seu relatório sobre uma possível venda da Roma de "notícias falsas". Pallotta fez uma resposta no Twitter à primeira página do jornal Il Corriere na terça-feira, que dizia que o Qatar Airways ofereceu € 400 milhões para comprar o clube, levando o editor Ivan Zazzaroni a ligar o americano.

"Há algo pior do que um presidente de um clube italiano que vive na América e não entende italiano: é ter um confidente na Itália que lhe envia notícias em inglês, mas não sabe ler italiano", começou seu artigo, intitulado "Fake to falso '.

“Parece complicado, mas é simples: uma alegação é denunciada pela autoritária Milano Finanza, segundo a qual o Qatar estaria interessado em Roma, e o presidente americano nega: 'É apenas uma notícia falsa'.

“Nós publicamos isso com boa evidência. E tendo visto o jornal enviado a ele pela Roma, ele indignamente twitta sobre nossa primeira página: "Siri, mostre-me notícias falsas".

“Os grandes americanos agora comunicam tudo via Twitter e, de fato, a mensagem de Pallotta chegou à Itália, junto com a de [Donald] Trump, que ameaça seus deveres estritos em prosecco e pecorino romano.

“Não se sabe qual tweet foi mais eficaz, mas é um bom momento para perguntar a Pallotta, enquanto esperamos reforços adequados para um time romano drenado de seus jogadores e objetivos ao longo do tempo ...

"Siri, mostre-me como fazer da Roma um candidato ao título."