Roma Brasil.com

Paradoxo para o Stadio della Roma: agora é o município que avalia os danos

Não há boas notícias do estádio da Roma até agora, muito pelo contrário. Após a decisão de Friedkin de desistir da parceria com Eurnova da construtora  Luca Parnasi,  iniciou-se um conflito entre os dois ex-sócios numa rápida troca de cartas com o Município. Tudo isso atesta uma situação que não vê solução simples, com a construção que parece engarrafada na lenta burocracia italiana.

O fim da colaboração entre a nova propriedade dos Giallorossi de Friedkin e a Eurnova poderia causar a ambos os lados mais do que algumas dores de cabeça. Conforme revelado pelo Il Tempo, na segunda-feira de manhã saiu do Campidoglio , destino aos dois contendores, Eurnova e As Roma , uma pec com o qual as secretarias municipais estendem o tempo concedido aos proponentes para encontrar "propostas conjuntas, concretas e viáveis" para sair do impasse.

A nova data para tentar encontrar uma última saída foi fixada para 23 de abril: na ausência de novos elementos, poderia iniciar-se o processo de revogação do interesse público e, portanto, as resoluções da Câmara Municipal Marino 2014 e Raggi 2017. Eurnuova estaria disposta a levar Roma à Justiça, mas o paradoxo é que a Prefeitura também está avaliando possíveis danos à sua imagem.