Texto por Colaborador: Redação 26/02/2024 - 20:40

O técnico da Roma, Daniele De Rossi, analisou o desempenho da equipe na vitória por 3 a 2 sobre o Torino. Em sua entrevista pós-jogo ao DAZN, De Rossi falou sobre as dificuldades encontradas na vitória.

"Gostei da forma como gerimos esses minutos finais de sofrimento. Eu disse ao Rasmus [Kristensen] que o Torino nunca desistiu e que não acabou. Eles não desistiram e sofremos até o fim."

"Gosto de ganhar sofrendo até ao fim, mas são jogos que temos de matar, porque pressionam durante todo o jogo e fazem-nos suar."

"Dybala? Os campeões são decisivos neste desporto e isso não deve ser posto em causa. Houve equilíbrio na primeira parte porque é uma equipa que joga com todos. É uma equipa forte. Sabíamos que ia ser difícil depois dos 120 minutos que jogámos na quinta-feira."

"Muitos times teriam sido mortos pelo empate do Torino. Fomos bons o suficiente para reagir e vencer", acrescentou.

"O primeiro gol foi um grande gol do atacante Zapata. No segundo, claramente perdemos o foco e devemos trabalhar nisso."

"Também estou feliz com a entrada do Renato Sanches. A lesão de Smalling teve que ser gerenciada de todos os pontos de vista, inclusive emocional. É um rapaz excepcional e um grande profissional que tinha muita vontade de voltar. Ele jogou muito bem e achei que não duraria tanto quanto durou."

"Também gostei muito do Lukaku, que entrou e fez o que sabe fazer. Também gostei de Azmoun, mas naquele momento precisávamos de alguém como Romelu para ampliar a equipe e nos ajudar a subir." (Via Rom Press)

Categorias

Ver todas categorias

De Rossi deve ser mantido na próxima temporada?

Sim

Votar

Não

Votar

8 pessoas já votaram