Texto por Colaborador: Redação 20/05/2024 - 00:30

O técnico da Roma, Daniele De Rossi, comentou a vitória do time sobre o Genoa no resultado de 1 a 0 no Olímpico.

O comandante italiano conversou com o DAZN após o jogo.

“Nos últimos jogos sofremos muitos contra-ataques. O Genoa é um time difícil de enfrentar, mas criamos algumas chances, chutamos 100 vezes da entrada da área sem acertar nenhuma vez.”

“O Gênova jogou bem, como se fosse o jogo da vida deles e eu respeito isso. Uma partida importante, uma vitória importante que mostra que esses caras têm um coração gigante.”

“Farei tudo o que puder para tornar esta equipe melhor. Todos os anos o treinador reúne-se com o diretor desportivo e o presidente para melhorar a equipe. O Inter, que foi o melhor este ano, fará o mesmo e tentará melhorar ainda mais.”

“Depois há limites, orçamentos a respeitar. Ainda não conversamos em detalhes. Não sei o que podemos fazer ainda, mas certamente faremos algo para tornar a Roma uma equipe de alto escalão.”

“Somos melhores que o sexto lugar. A Roma deve tentar entrar no top 4. Não que isso seja fácil. Até porque, levem vocês dois para a escolha dos times que estão acima de nós, três na verdade. Inter, Milan, Juve, Atalanta, Bologna que estiveram super este ano. A Lazio está abaixo, o Napoli, a Fiorentina, muitas equipes fortes estão abaixo de nós.”

“Mas temos que trabalhar para chegar ao top 4. A Roma já faz isso há muitos anos e temos que fazer de novo. Não é impossível. Depende de como você joga, como você constrói times, como você joga, quão consistente você é.”

"O mercado? Ainda não tive muito tempo para pensar nisso. É um negócio terrível porque você recebe milhares de ligações todos os dias de agentes e jornalistas. Fiz um pouco de escotismo amador saudável sozinho e com minha equipe. Chegará um DS que terá dez mil nomes em mente. Compararemos nossas opiniões.”

“Tenho clareza das características que esta equipe precisa ter e das que lhe faltam. Com base nos jogadores que vão ficar e nos que vão sair, também nas alternativas que teremos, vamos entender quais jogadores contratar e como encaixá-los.”

“Desde o primeiro dia disse que este é um plantel forte, que tem poucos jogadores que driblam, poucos jogadores com grandes pernas, que são os jogadores que mais dificuldade nos deram quando os conhecemos. Todos nos lembramos do esforço feito contra o Frimpong. Uma característica que falta a esta equipe deve ser adicionada. Então também ficará claro quem quer ficar, quem quer sair e as oportunidades que surgem. Não estou sendo misterioso, não falei detalhadamente com ninguém. Seria prematuro ou correto dizer que quero isto ou aquilo.”

“Dibala? Ele está indo muito bem. Ele simplesmente não estava apto o suficiente para jogar mais de 30 minutos”, acrescentou.

romapress

Categorias

Ver todas categorias

Roma acerta em manter De Rossi para a próxima temporada?

Sim

Votar

Não

Votar

72 pessoas já votaram