Texto por Colaborador: Redação 09/06/2024 - 02:25

Trinta milhões de euros. Este seria o orçamento de transferência que a Roma teria definido para o próximo mercado de transferências deste verão. Porém, excluindo as saídas, que Ghisolfi espera realizar até o próximo dia 30 de agosto. A edição de sábado do Il Messaggero escreve isso.

Com esses 30 milhões, escreve o jornal romano, Florent G hisolfi deverá conseguir comprar dois laterais (um direito e outro esquerdo), um meio-campista box-to-box e um extremo ofensivo. Uma tarefa bastante complicada, se considerarmos que os Friedkins decidiram dizer adeus aos empréstimos de jogadores.

Por isso o golpe de Chiesa parece quase impossível , visto que só com a sua compra o clube teria que investir cerca de 50 milhões entre a compra do cartão e o salário do jogador. As transferências serão, portanto, decisivas: de Abraham a Aouar, de Zalewski a Bove, a Roma deve esperar colocar os seus jogadores e criar um pequeno tesouro para distribuir no orçamento de transferências.

Ghisolfi está em ação: para o ataque continua na pole position o nome de Zhegrova, do Lille , ponta-atacante canhota que joga principalmente pela direita. Também foram solicitadas informações sobre Ernest Nuamah, do Lyon, ganês nascido em 2003. O diretor esportivo também se interessou por Laurienté, do Sassuolo, e Jeremie Boga, do Nizza, velho conhecido de Ghisolfi. Se as transferências chegarem a tempo, não se pode descartar que Friedkin tenha a intenção de propor uma mudança surpresa para Dybala.

Fonte: Il Messaggero

Categorias

Ver todas categorias

Roma acerta em manter De Rossi para a próxima temporada?

Sim

Votar

Não

Votar

72 pessoas já votaram